Biometria Facial facilita renovação de cadastro para idosos nos ônibus de Curitiba

jan 9, 2024

Biometria Facial beneficia idosos

Biometria Facial beneficia idosos: O processo anual de renovação de cadastro para idosos que utilizam o transporte público em Curitiba foi aprimorado com a introdução da Biometria Facial. Anteriormente realizado presencialmente em um posto da Urbs, o procedimento agora é efetuado diretamente na catraca do ônibus. A inovação se deve à integração da Biometria Facial ao Sistema de Bilhetagem Eletrônica fornecido pela DATAPROM.

A chamada “prova de vida” estava suspensa devido à pandemia da Covid-19 e costumava demandar a presença dos beneficiários no mês do aniversário.

Com a modernização do Sistema de Bilhetagem Eletrônica da DATAPROM em Curitiba, os novos validadores passaram a contar com a tecnologia da Biometria Facial. A Urbs então realizou a atualização cadastral dos mais de 215 mil idosos com direito à gratuidade e eles agora estão dispensados da necessidade de deslocamento anual a postos da empresa.

Para pessoas com deficiência, aposentados por invalidez ou patologias, a revalidação do benefício ainda ocorre presencialmente nos postos da Urbs. Atualmente, existem 24.043 cartões ativos para esses perfis, conforme informações da prefeitura de Curitiba.

Como vai funcionar?

A Biometria Facial é uma tecnologia que captura e codifica as características faciais em uma sequência numérica única. A câmera integrada ao validador captura três imagens do passageiro no momento em que ele passa pela catraca e as compara posteriormente com as do cadastro do portador do cartão. Agentes de fiscalização da Urbs realizam a conferência dessas imagens, bloqueando o cartão em caso de confirmação de uso indevido.

Assim, simplificando o processo para a população curitibana, a tecnologia da DATAPROM proporciona maior comodidade e segurança.

Fale aqui com a DATAPROM e veja como levar essa tecnologia para a sua cidade.

Loading...